PORTAIS

Pastoral da criança

A Pastoral da criança é um organismo de ação social da CNBB, alicerça sua atuação na organização da comunidade e na capacitação de líderes voluntários, que ali vivem e assumem a tarefa de orientar e acompanhar as famílias vizinhas em ações básicas de saúde, educação, nutrição e cidadania tendo como objetivo “o desenvolvimento integral das crianças, promovendo em função delas, também suas famílias comunidades, sem distinção de raça, cor, profissão, nacionalidade, sexo, credo religioso, ou político.”

A Missão da Pastoral da Criança é promover o desenvolvimento das crianças à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, do ventre materno aos 6 anos de idade, contribuindo para que suas famílias e comunidades realizem a sua própria transformação, por meio de orientações básicas de saúde, educação, nutrição e cidadania, fundamentadas na mística cristã que une fé e vida.

A Pastoral da Criança em Herval d’ Oeste iniciou em 07 de Fevereiro de 1995, com a Irmã Eugenia, agentes do posto de Saúde e da Assistência Social. Depois convidaram a Sra. Ana Kunze para ser a coordenadora Paroquial, foram feitas formações do Guia do Líder e cada vez mais pessoas foram sendo capacitadas, começaram a vir também as pessoas dos Bairros.

As primeiras líderes que aceitaram o convite para este maravilhoso trabalho foram a Sra. Lurdes Lira e Ieda Amaral. Sendo que desde o início o número de líderes se multiplica em nossa paróquia, porém o trabalho é grande e sempre é preciso mais trabalhadores na vinha do Senhor. Desde a sua implantação na Paróquia, foram coordenadoras Ana Kunze, Nair Marinello, Edi Maria Parizotto, Angela Borges, Eva dos Santos e atualmente Edi Parizotto.

Ações Básicas:

Acompanhamento de gestantes

Todas as pessoas têm direito a viver com dignidade. Esse direito se inicia na concepção de uma nova vida. Por isso a Pastoral da Criança começa as suas atividades com as gestantes, que precisam ser acompanhadas desde o início da gravidez.

Os líderes orientam as gestantes sobre a importância do pré-natal, de um parto de qualidade, do alojamento conjunto e do aleitamento materno.

Orientam sobre os Direitos e Deveres, os cuidados na gravidez, alimentação higiene e vacinação. Acompanham cada trimestre da gravidez, o desenvolvimento do bebê no útero, as queixas mais comuns, os sinais de risco e o preparo para o parto e pós-parto. Além de dar apoio psicológico e melhoria da autoestima.

A cada visita mensal o líder entrega para a gestante uma cartela com informações preciosas sobre o período de sua gravidez e desenvolvimento do Bebê-Laços de Amor.

Acompanhamento das crianças menores de 6 anos

Os líderes são preparados para orientarem as mães, pais e familiares a acompanhar e cuidar do desenvolvimento da criança em cada etapa da vida. Orientam sobre os direitos, o desenvolvimento e aprendizagem da criança, os sinais de risco para a saúde e dão orientação para a prevenção e tratamento da diarreia e de infecções respiratórias. Realizando também avaliação nutricional, orientação sobre higiene, saúde bucal e imunização.

Campanhas:

A Pastoral da Criança desenvolve também muitas Campanhas como:

O Soro Caseiro

O soro caseiro é feito com água, sal e açúcar. O soro deve ser oferecido para prevenir a desidratação ou nos sintomas iniciais dela. A missão do líder da Pastoral da Criança não é só dar informação para a família acompanhada, é muito importante estar ao lado da mãe até que ela tenha confiança no Soro Caseiro. Além de ensinar os pais a fazer o soro caseiro, é preciso orientá-los a oferecer o soro sempre e em pequenas quantidades, observando os sinais de melhora.

Lavar as mãos

Incentivar a população a adotar o hábito de lavar as mãos e, assim, erradicar doenças causadas pela falta de higiene. Este é o maior objetivo da data co-criada em 2008 por Lifebuoy. O Dia Mundial de Lavar as Mãos (Global Handwashing Day), comemorado no dia 15 de outubro, tem o apoio de órgãos do governo, instituições internacionais, organizações da sociedade civil, ONGs, empresas privadas e pessoas do mundo todo que entendem a importância da iniciativa e conhecem os prejuízos econômicos e sociais causados pelas enfermidades que poderiam ser evitadas em diversos casos por meio do simples hábito de lavar as mãos.

Dormir de Barriga pra cima é mais seguro

Os riscos de dormir de lado são semelhantes a dormir de barriga para baixo. Essa posição é instável e muitos bebês rolam e ficam de barriga para baixo. Se uma criança está deitada de barriga para cima e se afoga, sua tendência, por instinto, é tossir e com isso chamar a atenção dos pais.

Antibiótico Primeira dose imediata

É uma campanha permanente chamada “Antibiótico, primeira dose imediata”, que tem o objetivo de alertar a população sobre a importância de ministrar a primeira dose de antibiótico nas unidades básica de saúde logo após a consulta, em especial, nos casos de crianças com suspeita de pneumonia. “Quanto mais cedo começar o tratamento, mais fácil é a cura” é a mensagem da Campanha que está fazendo uma grande mobilização da sociedade, com voluntários e articuladores da Pastoral da Criança nos conselhos municipais de saúde de todo o país.

Dia Mundial de Oração e Ação Pela Criança

No mês de maio de 2013, o Secretariado Mundial do Dia de Oração e Ação pela Criança se reuniu na Índia para definir os próximos passos desta iniciativa Global.

Em 2013 o Dia de Oração e Ação pretende incluir na celebração do dia 20 de novembro o resultado das ações das tradições religiosas voltadas para o enfrentamento das situações que afetam as crianças mais vulneráveis..

A Celebração do Dia de Oração e Ação pela Criança (20 de novembro) é uma oportunidade para definir estratégias de como superar os desafios que envolvem as crianças. Portanto, junto com as atividades recreativas e culturais para as crianças, o dia de Oração e Ação congrega as tradições religiosas para conhecer o que foi desenvolvido, aprender uns dos outros e definir estratégias ou uma agenda comum para trabalhar juntos.

O trabalho da Pastoral da criança é grandioso e simples pois é na visita domiciliar, no contato pessoal, no afeto que se transforma a vida da criança, da mãe gestante e de toda a família, o encontro comunitário também acontece no dia da pesagem e Celebração da Vida. As líderes participam de formação em encontros de Hortas Caseiras e Brinquedistas e assim passam os seus conhecimentos às famílias. Todas estas atividades acontecem na nossa paróquia. Além da distribuição da multimistura que atinge não só as crianças, mas todas as pessoas que procuram por terem alguma deficiência nutricional.

A Pastoral da Criança tem seu lugar de atuação prioritário na periferia e em áreas de marginalização urbana e rural. Sai e chega nas casas mais distantes das paróquias. Esse apelo, de sair em busca dos que mais necessitam de atenção pastoral, pode ser lido no Documento de Aparecida, no nº 370: "A conversão pastoral de nossas comunidades exige que se vá além de uma pastoral de mera conservação para uma pastoral decididamente missionária... com novo ardor missionário, fazendo com que a Igreja se manifeste como mãe que vai ao encontro, uma casa acolhedora, uma escola permanente de comunhão missionária... ". Além disso, o próprio Papa Francisco conclamou toda a Igreja a sair para os lugares mais distantes: "Evangelizar jamais é um ato isolado, mas sempre eclesial. Uma comunidade é realmente adulta se consegue sair de seu recinto para levar a esperança de Jesus também às periferias. A fé é dom precioso de Deus, um dom que não se pode guardar para si, mas deve ser partilhado. Que Deus não nos deixe em casa, mas que nos empurre a sair de casa. E assim sejamos discípulos do Senhor.

Pastoral da Criança a Serviço da Vida e da Esperança.

“Para que todos tenham vida e Vida em abundância”. (Jo 10,10)